É uma doença comum na cavidade bucal, qualquer individuo pode ter.
É a primeira fase da doença periodontal, caracterizada pela inflamação
das gengivas, quando tratada no estágio inicial regride em poucos dias
ou semanas.
A Organização Mundial da Saúde estima que um em cada quatro adultos
tem ou venha a ter algum tipo de infecção bacteriana e 15 a 20% deles podem
progredir para gengivite severa.

 

Sintomas Clássicos

Incluem gengiva mais vermelhada do que o normal podendo ficar até arroxeada.
Inchada e sensível pode sangrar durante a escovação e uso do fio dental. Outro
sintoma de doença é o recuo ou retração da gengiva.
Algumas pessoas tem mau hálito frequente ou sentem gosto ruim na boca, mesmo
se a doença não estiver em estágio avançado.
A gengivite pode progredir sem muita dor de acordo com a Associação Brasileira
de Odontologia(ABO) apenas 10% dos adultos que tem gengivite estão cientes
disso.

Causas

A gengivite costuma ser causada por higiene deficiente ou técnica inadequada de
escovação. A placa ou biofilme dental forma-se ao redor dos dentes, provocando
inflamação da gengiva.

Fatores de risco

Alguns fatores que favorecem o aparecimento da gengivite: 

-Higiene bucal precária.

-Fumo.

-Diabetes.

-Imunidade baixa.

-Uso de medicamentos específicos.

-Infecções virais e fúngicas.

-Boca seca.

-Mudanças hormonais, relacionadas á gravidez, ciclo menstrual, puberdade e pílulas anticoncepcionais.

-Deficiências nutricionais.

-Aparelho bucal mal encaixado ou mal limpo.

Como prevenir a gengivite

Uma boa higiene bucal é essencial a limpeza profissional também é
extremamente importante, pois uma vez que a placa se acumula e
endurece, apenas o dentista pode remove-la.

Você pode prevenir a gengivite com:

-escovação correta e uso apropriado de fio dental diariamente.

-alimentação correta para garantir nutrição adequada.

-evitar cigarro e outras formas de tabaco.

-ir ao dentista regularmente.