Mau Hálito

A fumaça do cigarro resseca nossa boca e iniba a produção de saliva. Dessa forma, parte das substâncias que consumimos permanece na nossa boca e é digerida, exalando odores que provocam hálitose.
Além disso, as próprias substâncias produzidas pela combustão do tabaco presente no cigarro se alojam nos pulmões, garganta e nariz, também ajudam a aumentar os odores desagradáveis que geram o mau hálito.

 
 
Dentes e gengivas mais escuros

A nicotina, um dos principais compostos químicos presentes no cigarro é uma substância que adere as esmalte dentário fácilmente e escurece a sua pigmentação. Outro efeito da nicotina é o aumento da produção de melanina pelo corpo o que afeta diretamente os tecidos da boca, como a gengiva e as bochechas, causando a chamada melanose de fumante e deixando esses tecidos manchados e mais escuros.

Problemas de gengiva e perda de dentes

O cigarro afeta diretamente a gengiva e isso pode levar inclusive á perda de dentes. Isso porque o cigarro aumenta a temperatura média da boca e cria um ambiente mais propício para a propagação de bactérias e o acúmulo de placa bacteriana e tártaro.
Esse ambiente costuma levar a doenças periodontais como a gengivite e, em maior escala, á perda osséa e a perda dos dentes.

Problemas no paladar

A fumaça do cigarro afeta diretamente as papilas gustativas, causando a diminuição do paladar e da sensibilidade.

Doenças

A fumaça do cigarro afeta a mucosa da boca dificulta a cicatrização e diminui a eficiência do sistema imunológico, tornando o fumante mais frágil a bacterias, vírus e fungos.

Câncer

É a consequência mais grave que o cigarro pode trazer para a sua saúde bucal. Além de afetar os sistemas cardíaco,respiratório, nervoso, digestivo, entre outros, o cigarro também afeta todas as aréas da boca e tem relação direta com casos de cãncer de labio, faringe, laringe e esôfago.