1 – Infarto agudo do miocárdio

Popularmente conhecido por ataque cardíaco, é provocado pela falta de sangue e oxigênio no músculo cardíaco de magnitude e duração suficientes para não serem compensados pelas reservas orgânicas. Ocorre devido a obstrução da artéria coronária. Os sintomas são: dor no peito, sudorese, falta de ar e mal estar. Ao sinal dos primeiros sintomas, a busca por ajuda é crucial, pois a cada minuto que passa o risco de óbito aumenta em 10%.

 

2 – Doença vascular periférica

Decorre do depósito de gordura com obstrução das artérias periféricas do corpo. Nos membros inferiores, por exemplo, ocorre redução do fluxo de sangue para as pernas, com queixas de dor e dificuldade para caminhar associadas a queda da temperatura local com dormência. O sintoma mais comum da doença vascular periférica é uma dor que piora com o caminhar e passa com o repouso. Também podem ocorrer os seguintes sintomas nas pernas: retesamento, cãibras, sensação de peso e fraqueza. Em algumas situações, os pacientes que sofrem de doença vascular periférica podem desenvolver feridas ou úlceras que não saram, nos pés ou nas pernas.

 

 

3 – Acidente vascular cerebral

O acidente vascular cerebral (AVC) vulgarmente chamado de derrame cerebral é caracterizado pela perda rápida da função neurológica, decorrente do entupimento (isquemia) ou rompimento (hemorragia) de vasos sanguíneos cerebrais. As placas de gordura depositadas nos vasos sanguíneos cerebrais podem obstruir um vaso cerebral intracraniano, levando ao quadro de dor de cabeça, tontura e paralisia de um braço, uma perna ou da face. Dependendo da extensão da lesão, pode comprometer a fala e os processos neurológicos. O socorro imediato pode diminuir as sequelas e a chance de óbito.

 

 

 4 – Morte súbita

 Compreende o quadro de óbito de forma súbita, ou seja, quando não há chance de socorro, sendo causado, principalmente, pelo infarto agudo do miocárdio.